A Educação profissional é a base da profissão.

A Educação profissional é a base da profissão.
Arquivo HighPluss Treinamentos, 2017.

domingo, 25 de agosto de 2013

TREINAMENTO DE SEGURANÇA DE TRÂNSITO NA PRÁTICA


direção defensiva - ônibus
Ônibus em treinamento de frenagem e direção com segurança da Leblon em Mauá. Várias situações reais foram simuladas e reforçaram para os motoristas os conceitos sobre prevenção de acidentes e responsabilidade para com vidas. Foto: Adamo Bazani.
VEJA O VÍDEO:
Segurança na prática
Empresa de ônibus Leblon, em Mauá, realiza treinamento prático sobre condução segura, inclusive em situações de emergência
ADAMO BAZANI – CBN
Segurança é um o principal aspecto a ser observado no trânsito, que a cada dia está mais violento. Por ano, de acordo com a OMS – Organização Mundial da Saúde, morrem pelo menos 1,2 milhão de pessoas em todo o mundo em acidentes automobilísticos. O número de pessoas com sequelas momentâneas ou definitivas passa de cinco milhões.
Apesar de ser consenso que direção segura é fundamental para que vidas e recursos financeiros sejam poupados; pelo estresse, pela pressa ou mesmo até excesso de confiança, as pessoas se esquecem dos conceitos básicos de prevenção de acidentes e cometem imprudências, muitas vezes com resultados fatais.
Quando se trata de motoristas profissionais, o cuidado tem de ser maior ainda. Isso porque eles passam mais tempo ao volante, estão mais sujeitos ao estresse do trânsito e no caso do transporte de passageiros, são responsáveis diretos por milhares de vida.
A Leblon Transporte de Passageiros, empresa que opera em Mauá, na Grande São Paulo, e nas cidades de Fazenda Rio Grande e Curitiba, no Paraná,realizou nesta quinta-feira, dia 22 de agosto de 2013, um treinamento inédito no ABC Paulista sobre segurança no trânsito.
Uma rua foi fechada e os motoristas puderam ver na prática os riscos de frenagens bruscas e a necessidade de sempre dirigir com atenção, mantendo distância segura de veículos à frente, assim como de obstáculos e em faixas de pedestres.
A via foi demarcada para mostrar por quantos metros o ônibus ainda se movimenta mesmo depois de uma forte frenagem.
Ao final da pista, bonecos infláveis simularam pedestres. No treinamento foram usados três modelos de veículos: um micro-ônibus, um ônibus convencional e um ônibus articulado com freio ABS. Os veículos foram conduzidos pelo instrutor da empresa numa velocidade de 50 km/h e eram freados repentinamente num determinado ponto.
As simulações se deram em cenários diferentes: com o ônibus com passageiros e em pista seca e posteriormente em pista molhada.
Os resultados foram surpreendentes até para quem é motorista por vários anos.
“Uma coisa é passar conceitos para os profissionais, outra é mostrar na prática o que pode acontecer em casos de emergência. Manter a velocidade estipulada na via e a distância segura do veículo da frente é essencial. Por exemplo, a reação de uma pessoa ao volante durante um fato inesperado pode durar dois segundos, entre assimilar a situação, tirar o pé do acelerador, colocar no freio e acertar a direção. Um ônibus, nestes dois segundos a 50 km/h pode percorrer até seis metros durante a frenagem, uma distância que pode determinar entre se evitar ou não um acidente” – explicou o instrutor de motoristas da Leblon Mauá, José Carlos Rodrigues.
“O treinamento trouxe para a gente na prática o que aprendemos na teoria. Certamente foi produtivo e vamos dirigir com mais segurança ainda e respeito ao passageiro” – disse o motorista Luis Roberto Brito de Oliveira, que possui habilitação E para carretas e ônibus articulados.
“Os motoristas também se passaram por passageiros, no momento em que o ônibus foi freado bruscamente e sentiram de fato o que os usuários passam quando o veículo é mal conduzido. Um treinamento como este, além de qualificar o profissional, traz benefícios aos clientes da empresa de ônibus, já que os motoristas começam, depois de verem na prática as situações, a dirigir com mais prudência” – contou a analista de RH – Recursos Humanos da Leblon em Mauá, Vanessa Bernardes.
“O treinamento, acima de tudo, mostrou que dirigir é um ato de amor e cuidado para com vidas e temos a certeza de que pela maneira como foi aplicado, ele ficará marcado positivamente para sempre nestes profissionais” – completou José Carlos Rodrigues, instrutor da Leblon em Mauá.
Publicado em 22/08/2013 por Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes. Blogpontodeonibus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário