A Educação profissional é a base da profissão.

A Educação profissional é a base da profissão.
Arquivo HighPluss Treinamentos, 2017.

domingo, 5 de fevereiro de 2012

O Brasil da Copa e o Brasil Real

    

       
atoeiro
Caminhão sendo puxado por trator em atoleiro na MT 208, em Nova Bandeirante, no Mato Grosso. As cidades de Alta Floresta, Nova Bandeirantes e Nova Monte Verde tiveram os serviços de ônibus que as ligavam reduzido. Em Nova Bandeirante, a situação é pior e pessoas chegam a acampar na rodoviária. O que acontece no Norte do Mato Grosso, que teve a situação agravada pela chuva, é comum em várias regiões do País. Um Brasil aparentemente com diferenças de realidade. Enquanto milhares de pessoas não têm acesso a emprego, renda, trabalho, saúde e educação por falta de transportes, nos grandes centros urbanos, em especial nas cidades que vão sediar a Copa, as discussões envolvem soluções em mobilidade que representam avanços e não podem ser deixadas de lado. Mas que exigem a utilização de grandes recursos, que poderiam solucionar de vez o isolamento de boa parte da população brasileira. Foto: 24 Horas News.
No Brasil de verdade, milhares de pessoas não conseguem se deslocar entre cidades próximas
No Norte do Mato Grosso, condição de rodovia deixa quase impossível a ligação entre os municípios de Alta Floresta, Nova Monte Verde e Nova Bandeirantes
ADAMO BAZANI – CBN

Trem Bala ou Trem de Alta Velocidade – TAV: um tipo de transporte ferroviário da mais alta tecnologia, que consegue atingir velocidades superiores a 300 quilômetros por hora. O Governo Federal vai financiar a construção de um trem bala no Brasil que deve custar entre R$ 33 bilhões e R$ 55 bilhões.
BRT – Bus Rapid Transit: sistema de corredores de ônibus exclusivos que incorporam tecnologia de ponta, tanto em monitoramento, como em veículos, com ônibus biarticulados e de piso baixo.
VLT – Veículo Leve sobre Trilhos: Sistema de bondes modernos de alta tecnologia, não poluente, com custos significativos de implantação.
Monotrilho: um meio de transporte muito usado na Ásia, por exemplo. Movido a eletricidade, o monotrilho circula por elevados, alguns com mais de 20 metros de altura.
Todos estes modais de transportes representam modernidade e avanços no setor de mobilidade e fazem parte das discussões não somente técnicas, mas que assumem um tom político e de promoção de imagens.
Enquanto nas cidades com mais recursos, em especial as que vão sediar a Copa do Mundo de 2014, discutem quais destes modais devem implantar e viram palco de disputas de interesses econômicos e políticos (ou os dois ao mesmo tempo), no Brasil além da Copa, milhares de pessoas não conseguem ter acesso à educação, renda, trabalho, emprego, saúde, não podendo se deslocar de uma cidade para outra, simplesmente pela falta de condições mínimas nas estradas. Se é que alguns caminhos de terra e atoleiro podem ser chamados de estradas.
É o que acontece na MT 208, no Norte de Mato Grosso.
Sem nenhuma estrutura, os transportes de cargas e de passageiros acabam virando missões quase impossíveis, o que impossibilita o desenvolvimento econômico das cidades servidas por esta estrada, a criação de emprego e renda e o tão propagado combate à pobreza.
As linhas de ônibus entre as cidades de Alta Floresta, Nova Monte Verde e Nova Bandeirante já tiveram redução de horários e itinerários, porque em alguns trechos da estrada, não é mais possível o tráfego dos veículos de transportes coletivos.
Os ônibus que partem de Alta Floresta para Nova Bandeirante só estão indo até Nova Monte Verde, isso quando conseguem completar o itinerário. A redução do itinerário se deu pelas duas empresas que operam a linha, tanto nas partidas do meio dia como das 18 horas.

Em Nova Bandeirante, os passageiros acabam acampando na rodoviária esperando se algum ônibus consegue chegar ao local.
O pior ponto da MT 208 é após o Rio São João em Nova Bandeirante, onde há um atoleiro que não permite o tráfego principalmente de veículos pesados como ônibus e caminhões. O único acesso é uma via de terra municipal, chamada Estrada do Radiador, que também possui atoleiros e buracos.
A temporada de forte chuva na região agravou a situação, mas antes mesmo de chover, as condições da estrada nunca foram consideradas boas.
De acordo com o Portal 24 Horas News, famílias estão isoladas na área e outros serviços de ônibus foram suspensos.
“A situação também não é boa nos mais de 3 mil quilômetros de estradas vicinais dos três municípios. Milhares de famílias ficam isoladas quase todos os dias, O ônibus que faz o itinerário entre Nova Bandeirantes, Japuranã e assentamentos do município também já não cumpre data e horário das viagens.
A Superintendência da Defesa Civil de Mato Grosso visitou 22 municípios atingidos pelas chuvas nas regiões Norte e Nordeste do Estado. Três equipes técnicas fizeram levantamentos “in loco” da situação destas cidades e decretaram a situação de Emergência em sete delas: Apiacás, Nova Monte Verde, Nova Bandeirantes, Santa Cruz do Xingu, Querência, Nova Nazaré e Rondolândia”
As passagens de ônibus entre Alta Floresta, Nova Monte Verde e Nova Bandeirante custam R$ 66. Os táxis oferecem esta ligação por R$ 700.
O exemplo do Norte do Mato Grosso é mais um dos vários que existem num Brasil real, onde a população nem tem conhecimento em sua maioria destas siglas como BRT, VLT, TAV, mas que sabe que tem direito a ir e vir, apesar de não tê-lo respeitado de fato.
Não se deve desprezar os investimentos em novas tecnologias e soluções de transportes, que trazem desenvolvimento. Mas o uso dos recursos públicos deve ser feito de maneira responsável, sem gastar a maioria das verbas em um modal ou demandas pontuais apenas porque aparecem mais na mídia e conferem uma visibilidade ao administrador público. E novidade dá notoriedade. Muita gente se elegeu assim, inclusive usando promessas relacionadas a tarnsportes.
Afinal, se os transportes trazem desenvolvimento, isso tem de ser para todos, não só onde seleções de futebol vão jogar.

Fonte: Adamo Bazani, jornalista da Ràdio CBN, especializado em transportes.
Texto entre parênteses do 24 horas News: Sônia Maria.

Publicado em 05/02/2012 no Blogpontodeonibus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário